Arquivos de Categoria: Viva Rio

Encontro de planejamento em Ajuda Humanitária em catástrofes naturais

viva rio

No sentido de discutir formas de agir em parceria com outras entidades da sociedade civil e Estado em situações de catástrofes naturais nos reunimos no VIva Rio, sendo recebidos pelo sociólogo Rubem Cesar, Coronel Ubiratam, Tião (coordenador do Viva Rio). Também participaram do encontro o Pastor Helio (coronel bombeiro), Juan Salazar (ex coordenador do EMAH – CHILE) e esposa Roberta (especialista em gestão de risco em situações de catátrofes).

Pastoral Carcerária: Mudança da Lei de Drogas – uma necessidade.

Uma necessidade premente e que deve ser objeto de participação da Igreja é a mudança da lei de drogas.
edvandro_machado_metodista_viva_rio_pastoral_carcerária
      Após a entrada em vigor desta lei, constatou-se através de pesquisaspatrocinadas pelo Ministério da Justiça que a incidência do crime de tráficoaumentou enormemente, sendo presas pessoas com pequenas quantidades dedrogas (menos de 100 gramas) e desarmadas. Isto demonstra claramente que estagrande massa de pessoas condenadas por tráfico de drogas (crime hediondotratado com rigor) é, na verdade, dependente de drogas e deveria ser tratada comhumanidade e ajuda médica.
      O Viva Rio está promovendo uma discussão junto às igrejas evangélicas ecomunidades terapêuticas associadas às Igrejas sobre a mudança da nova lei dedrogas. Convidado por esta entidade, o Secretário de Ação Social e Coordenador da Pastoral Carcerária da Igreja Metodista na 1ª Região Eclesiástica, Rev.Edvandro Machado Cavalcante participou de um debate no Seminário TeológicoBatista do Sul, juntamente com o ex Secretário de política antidrogas e exSecretário nacional de Justiça, Pedro V. Abramovay, no dia 04 de Setembro de 2012. O seminário despertou grande interesse dos alunos e professores daquelaInstituição.
      A convite do diretor do Viva Rio, Rubens Cesar, o Rev. Edvandro Machado Cavalcante estará participando do grupo de organização das atividades junto às Igrejas,comunidades terapêuticas e toda a sociedade civil para esclarecimento daimportância da modificação da Lei de Drogas, para que o dependente seja tratadocomo alguém que necessita de ajuda e não de cadeia.
      O profeta Isaías nos ensina, ao fazer referência ao messias, que “ao queamamenta Ele trataria com doçura” e “não apagaria a cana quebrada que fumega”(ou seja, se já estava fumegando, frágil, Ele não a apagaria).
      Participar de discussões como esta é estar do lado da promoção da vida e dadignidade da pessoa humana, fazendo com que a Igreja seja conhecida não comouma Instituição que engana para “arrancar” dinheiro do povo, mas sim comoaquela que serve e ama por fidelidade ao Evangelho do nosso Senhor JesusCristo.
veja-fotos